+

Folder
digital

Notícia

 

15/03/2019
Terminal de Grãos do Porto de Itaqui terá o dobro da capacidade até 2020
A duplicação da capacidade de embarque do Terminal de Grãos do Maranhão (Tegram), instalado no Porto de Itaqui, em São Luís em Maranhão, deve ser concluída no primeiro semestre de 2020, com o início das operações na nova área no mesmo período. A contratação das obras e equipamentos necessários ocorrerá ainda no começo deste ano, conforme antecipou o Consórcio Tegram-Itaqui, que administra o terminal. Com o início da operação da segunda fase, o Tegram terá capacidade para movimentar 12 milhões de toneladas de grãos, entre soja, milho e farelo de soja, por ano. Até então, a previsão era de 10 milhões de toneladas anuais. No ano passado, o terminal movimentou 6,3 milhões de toneladas. Atualmente, a capacidade operacional do porto é de cerca de 7 milhões de toneladas de grãos ao ano. Além de um berço de atracação, a infraestrutura abrange quatro armazéns com capacidade estática de 500 mil toneladas de grãos, 125 mil por armazém, um shiploader, equipamento que transfere a carga para os navios, moegas rodoviárias e moega ferroviária. Nova call to action A ampliação contempla a duplicação da linha de embarque para operar mais um berço de atracação, que funcionará de forma simultânea ao berço atualmente utilizado; compra de um segundo shiploader que, segundo o Tegram, permitirá ao terminal embarcar 5 mil toneladas de grãos por hora nos dois berços e carregar dois navios simultaneamente. Também está prevista a ativação de uma segunda linha da moega ferroviária, que tornará viável a descarga de grãos de oito vagões ao mesmo tempo, a uma taxa de 4 mil toneladas por hora. Quando toda a estrutura estiver finalizada, em 2020, o Tegram deve receber 80% do volume pelo modal ferroviário e 20% pelo rodoviário. Fonte:

voltar