+

Folder
digital

Notícia

 

04/10/2019
Terminais portuários criticam excesso de regulação no setor

O diretor-geral da Agência Nacional de Transportes Aquaviários, Mário Povia, afirmou que não está no radar da Antaq fazer controle de preços cobrados, o que não significa dizer que terminais devam operar com uma 'caixa preta'. Povia ressaltou que solicitar informações não é controle de preços. Ele declarou que está equivocada a metodologia que fala na movimentação de contêiner no Chile custando US$ 900, contra US$ 2500 no Brasil. Para o diretor-geral, sequer existe como fazer um contraponto porque os terminais não se dispõem a passar preços médios para a agência reguladora trabalhar em suas estatísticas. Ele citou que há cláusula expressa no contrato de adesão e de arrendamento obrigando empresas a encaminharem informações à agência reguladora.

Fonte: Portos e Navios

voltar