+

Folder
digital

Notícia

 

24/03/2021
Soja e açúcar lutam por espaço no porto de Santos

Os Traders de soja e açúcar lutam por espaço no maior porto da América Latina (Santos), correndo para garantir espaços de carregamento à medida que a safra de soja brasileira é mais lenta em 10 anos empurra a janela de exportação de grãos para dentro da janela do açúcar. As informações foram divulgadas pela TF Agroeconômica.

“O congestionamento atingiu o porto brasileiro de Santos, assim como os consumidores mundiais têm se voltado para o  principal  exportador  brasileiro  para  o  abastecimento de  açúcar  e  soja.  O  volume  de  embarques  esperando para  sair  está  aumentando  os  custos  de  transporte  e provavelmente atrasará as chegadas nos destinos”, comenta.

Os preços do açúcar atingiram uma alta de quatro anos no final  do mês  passado,  impulsionados pelo  aperto na oferta. “Os preços da soja, já  próximos das  máximas de sete anos, podem subir ainda mais em um momento em que  o  Brasil  é  efetivamente  o  principal  fornecedor mundia” completa. "É uma tempestade perfeita, uma combinação de fatores que  estão  levando  a  soja  e  açúcar  a  competir  pela logística",  disse  Tiago  Medeiros,  diretor  executivo  do Grupo  Czarnikow,  Trader  de  alimentos  e  prestador  de serviços da cadeia de suprimentos.

“O  Brasil  costuma  iniciar  as  exportações  de  soja  em janeiro,  com  volumes  aumentando  nos  últimos  meses. Nesta temporada, o plantio foi adiado, assim como a colheita, empurrando essa janela mais para diante. Os  embarques  da  nova  safra  de  açúcar  geralmente  começam  por  volta  de  abril,  mas  as  empresas  ainda  estão enviando  estoques  da  safra  de  2020.  O  Ministério  da  Agricultura  do  Brasil  registrou  estoques  de  açúcar  em  7,3 milhões de toneladas em meados de fevereiro, a maior dos últimos três anos”, conclui.

Fonte: Agrolink

Foto: A Gazeta News

Panerai replica fake Franck Muller Audemars Piguet replica

voltar