+

Folder
digital

Notícia

 

11/03/2021
Cabotagem avança 27% no Porto do Pecém no primeiro bimestre

No primeiro bimestre, a movimentação de cargas por cabotagem no Porto do Pecém cresceu 27% em relação ao volume registrado em janeiro e fevereiro de 2020, período pré-pandemia.

Ao todo, o porto cearense movimentou 1,69 milhão de toneladas, entre embarques e desembarques para outros portos brasileiros.

Nos desembarques por cabotagem, o principal produto movimentado foi o minério de ferro (722,6 mil toneladas) e o principal produto embarcado foi o ferro fundido (269,8 mil toneladas).

“Os números mostram que o Porto do Pecém vem sinalizando um crescimento mesmo em plena pandemia”, destacou Raul Viana, gerente de Negócios Portuários do Complexo do Pecém (CIPP S/A), em nota publicada no site da companhia. “As nossas expectativas para 2021 são as melhores possíveis”.

Movimentação total
Considerando também a navegação de longo curso (entre portos de outros países), o Pecém movimentou 3,093 milhões de toneladas no primeiro bimestre, alta de 7% em comparação com o mesmo período de 2020 (2,879 milhões de toneladas).

Entre os principais produtos exportados pelo Pecém, os destaques foram o ferro fundido (98,782 mil toneladas) e as frutas (51,300 mil toneladas). E entre os produtos importados, o principal item foram os combustíveis minerais (1,082 milhão de toneladas).

“Esses dois primeiros meses de 2021 foram também positivamente impactados pela excelente safra de frutas que tivemos ao longo de 2020 e que foi encerrada neste mês de março”, disse Viana sobre o embarque de frutas frescas, principalmente o melão, que foram embarcadas em contêineres refrigerados para a Europa.

Fonte: Focus

voltar