+

Folder
digital

Notícia

 

05/02/2021
Caucaia restringe acesso de visitantes ao município e reduz horário de comércio não essencial

O prefeito de Caucaia, Vitor Valim, decretou medidas que limitam o acesso à cidade e reduz o horário de funcionamento de serviços não essenciais. As medidas levam em consideração o aumento de casos de Covid-19.

O decreto estabelece também que serão instaladas barreiras sanitárias "nos principais pontos de acesso ao município".

O acesso será restrito "apenas a moradores, prestadores de serviço ou pessoas que tenham hospedagem comprovada", aponta o documenta.

    Resumo do decreto:

    Cidade terá barreiras sanitárias nos principais acessos;
    Em algumas áreas da cidade, o acesso será restrito a moradores, trabalhadores ou pessoas hospedadas na região;
    De segunda a sexta, comércio não essencial só pode realizar atendimento presencial até 21h;
    Nos fins de semana, comércios devem ofertar presencialmente apenas alimentação;
    Nos fins de semana, barracas de praia podem funcionar até 16h;
    Serviços de entrega (delivery) são liberados em todos os horários, em todos os dias da semana.

Comércio não essencial

Conforme o Diário Oficial da cidade, bares, restaurante e barracas de praia devem encerrar as atividades presenciais às 21h.

Aos sábados e domingos, os estabelecimentos devem ofertar apenas serviços de alimentação, também até 21h, com exceção das barracas de praia, que devem encerrar as atividades nos fins de semana às 16h.

O serviço de entrega desses estabelecimentos podem funcionar em qualquer horário.

Não são afetados pela medidas: farmácias; supermercados; postos de combustível; hospitais e demais unidades de saúde; laboratórios de análises clínicas; clínicas veterinárias; segurança privada; imprensa, meios de comunicação e telecomunicação em geral; e funerárias.

Fonte: G1 CE

voltar