+

Folder
digital

Notícia

 

21/01/2021
Hapag-Lloyd encomenda seis navios porta-contêineres ultra-grandes de mais de 23.500 TEUs

A Hapag-Lloyd assinou um pedido de seis navios porta-contêineres ultra-grandes. O estaleiro coreano Daewoo Shipbuilding & Marine Engineering construirá os navios de mais de 23.500 TEU e os entregará à Hapag-Lloyd entre abril e dezembro de 2023.

Os navios serão implantados nas rotas entre Europa e Extremo Oriente como parte da THE Alliance e aumentarão significativamente a competitividade da Hapag-Lloyd neste comércio. Como parte da estratégia de sustentabilidade da Hapag-Lloyd, os navios serão equipados com um motor bicombustível de alta pressão de última geração, que será extremamente eficiente em termos de combustível. O motor funcionará com GNL, mas, alternativamente, tem capacidade de tanque suficiente para operar com combustível convencional.

“Com o investimento em seis navios ultra grandes de contêineres, não só seremos capazes de reduzir os custos de slots e melhorar nossa competitividade no comércio Europa - Extremo Oriente, mas também dar um passo significativo em frente na modernização da nossa frota. Além disso, reduziremos ainda mais nosso impacto ambiental”, disse Rolf Habben Jansen, CEO da Hapag-Lloyd.

O investimento será de cerca de um bilhão de dólares americanos. O respectivo financiamento já se encontra assegurado.

Sobre a Hapag-Lloyd

Com uma frota de 234 navios porta-contêineres modernos e uma capacidade total de transporte de 1,7 milhão de TEU, a Hapag-Lloyd é uma das principais empresas de transporte marítimo de linha do mundo. A empresa possui cerca de 13.200 funcionários e 388 escritórios em 129 países, incluindo o Brasil. A Hapag-Lloyd tem uma capacidade de contêineres de aproximadamente 2,7 milhões de TEU - incluindo uma das maiores e mais modernas frotas de contêineres reefer. Um total de 121 serviços de linha em todo o mundo garantem conexões rápidas e confiáveis ??entre mais de 600 portas em todos os continentes. A Hapag-Lloyd é uma das operadoras líderes nos negócios Transatlântico, Oriente Médio, América Latina e Intra-América.

Fonte: Segs

voltar