+

Folder
digital

Notícia

 

23/10/2020
Exportações brasileiras de melão seguem em alta

As exportações brasileiras de melão, que, em agosto, iniciaram a temporada com resultados positivos, seguiram a todo vapor em setembro. De acordo com dados da Secex, o volume embarcado no mês passado foi 42% maior que o exportado em setembro de 2019. Assim, na parcial desta safra (agosto e setembro/20), os envios de melão somam 38 mil toneladas, quantidade 36% superior à do mesmo período da campanha passada, com receita de US$ 25 milhões (FOB), montante 35% maior, na mesma comparação.

Segundo agentes consultados pelo Hortifrúti/Cepea, esses resultados estão atrelados à firme demanda da Europa pela fruta brasileira, já que a disponibilidade local está baixa, o que, por sua vez, é reflexo dos impactos da pandemia de covid-19 nos principais países produtores de melão, como a Espanha, onde houve relatos de redução de área, além de problemas com o clima e disponibilidade de mão de obra.

É importante pontuar, também, que muitos países europeus já vinham adotando medidas menos restritivas para a contenção da pandemia em meados deste ano, o que favoreceu os envios da fruta brasileira ao continente, e que o dólar valorizado frente ao Real continuou garantindo bons retornos aos exportadores – que aumentaram a área destinada aos embarques internacionais, que deve alcançar 90% da campanha no Rio Grande do Norte/Ceará.

Para os próximos meses, agentes esperam que as exportações de melão sigam positivas, mas temem a ocorrência de novos surtos da covid-19.

Fonte: Revista Cultivar 

Our Swiss grade Rolex watches are made of 904L steel, that is more costly and complicated to produce because it’s very hard, but it’s worth it since it is more rust and corrosion-resistant than other steels, and hold the polish much better than the 316L steel. Buy your rolex replica here.

voltar