+

Folder
digital

Notícia

 

01/09/2020
Gargalos logísticos: as necessidades das BR-163 e BR-230

O corredor logístico formado pelas rodovias BR-163 e BR-320 permite o acesso às instalações portuárias de Miritituba, em Itaituba (PA) e Santarenzinho, em Rurópolis (PA) para escoar pela Hidrovia do Tapajós, a produção principalmente de grãos do Centro-Oeste até o Porto de Vila do Conde, em Barcarena (ver PA).

A eficiência logística poderá torná-lo o mais intenso e competitivo corredor de exportação de agrogranéis do Brasil e para tal, investimentos são necessários:

1 - Rodovia BR-163 e BR-230: manutenção da pavimentação e construção de pontes.

2 - Acessos portuários em Miritituba e Santarenzinho: pavimentação asfáltica destas duas vias de acesso rodoviário aos terminais portuários de Miritituba (Itaituba-PA), extensão 10,17 km, e Santarenzinho (Itaituba e Rurópolis-PA), extensão 16,52 km, projeto doado pela iniciativa privada ao DNIT e ANTT, respectivamente.

Atualmente, o acesso provisório às instalações portuárias se dá pela Transportuária, com manutenção e conservação da via realizada pela Amport.

Fonte: AMPORT

voltar