+

Folder
digital

Notícia

 

19/02/2019
Com presença de 84 empresas, Brasil tem participação expressiva na Gulfood 2019 em Dubai
Dubai – Carnes, doces, café, açúcar, açaí, sucos, castanhas, grãos. Esses são apenas alguns dos produtos que o Brasil mostra na maior feira de alimentos do Oriente Médio, a Gulfood, que começou neste domingo (17) no Dubai World Trade Centre, em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos. Cinco empresas estão no estande da Câmara de Comércio Árabe Brasileira – Florestal, Dom Glutão, Nutrire, RCMA Group e Ramax -, 79 companhias participam no pavilhão da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e outras contam ainda com pavilhão próprio, principalmente de frigoríficos. A Apex-Brasil fez uma cerimônia de abertura de seu pavilhão com o embaixador do Brasil nos Emirados Árabes, Fernando Igreja, que cortou a faixa simbólica junto com Karen Jones, chefe executiva de operações da Apex no Escritório para o Oriente Médio e Norte da África, que fica em Dubai, e Walid Yazigi, presidente do Conselho de Administração da Câmara Árabe. “Aos empresários brasileiros que vieram para mais essa edição da Gulfood: é sempre um orgulho para a embaixada recebê-los aqui”, disse Igreja. Jones desejou bons negócios ao longo do evento e declarou que o escritório da Apex em Dubai está à disposição para apoiar as empresas a desenvolver negócios após o momento da feira. “A Gulfood é o evento que conta com a maior presença de brasileiros aqui no Oriente Médio e é onde a Apex tem seu maior investimento, com quatro pavilhões (world food, grãos, bebidas e carnes), sempre com uma participação significativa. Para algumas empresas, é a principal ou até a única ação estratégica de negócios para a região”, disse Jones. “A Gulfood é uma das feiras mais importantes de alimentos do mundo, com milhares de expositores e visitantes, e eu pude observar hoje que o Brasil está muito bem representado tanto pela Câmara Árabe quanto pela Apex e pelos estandes individuais de várias empresas brasileiras. Fiquei muito impressionado com a feira e acho que este esforço de presença terá resultados muito concretos para as exportações brasileiras”, disse Osmar Chohfi, vice-presidente de Relações Internacionais da Câmara Árabe, presente na cerimônia. A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) está presente no pavilhão da Apex representando a carne de frango do Brasil, com estandes de diversas empresas do setor e shawarma de frango para os visitantes. Antes de chegar a Dubai, representantes da entidade estiveram na Arábia Saudita para uma reunião com a vigilância sanitária do país, a SFDA. “Fizemos alguns alinhamentos para uma aproximação maior do setor privado [brasileiro] com a autoridade saudita, foi uma visita muito cordial e aguardamos a posição deles”, informou o diretor executivo da ABPA, Ricardo Santin à ANBA. Sobre a Gulfood, Santin afirmou que o evento vem se tornando cada vez mais global, com visitantes de todo o mundo. “O frango é absoluto nessa região, é uma das mercadorias que é mais comercializadas [do Brasil aos árabes], temos uma parceria de mais de 40 anos, então nosso objetivo na feira é que as empresas venham nos visitar, desenvolver novos negócios e principalmente fortalecer os elos que já temos com o Oriente Médio, além de perceber as mudanças no mercado e desenvolver melhorias nos nossos processos”, declarou Santin. De acordo com informações oficiais do evento, a Gulfood conta com quase cinco mil expositores e deve receber 98 mil visitantes de mais de cem países. A feira vai até o dia 21 de fevereiro. Gulfood De 18 a 20, das 11h às 19h Dia 21, das 11h às 17h Dubai World Trade Centre Dubai, Emirados Árabes Unidos Fonte: Comex do Brasil

voltar