+

Folder
digital

Notícia

 

28/04/2020
Março foi o melhor mês de movimentação de cargas no Porto de Fortaleza

O Porto de Fortaleza registrou recorde na movimentação de cargas no mês de março, totalizando 460,70 mil toneladas, com destaque para o granel sólido (226,78 mil toneladas), seguido pelo granel líquido (191,33 mil toneladas) e cargas gerais (42,59 mil toneladas). No tocante aos contêineres, foram movimentados 2.600 unidades ou 3.615 TEUs. O resultado é o melhor deste trimestre e também do mesmo período do ano passado.

Sob administração técnica desde junho de 2019, tendo à frente da presidência a engenheira Mayhara Chaves, o Porto de Fortaleza vem se tornando a cada dia mais atrativo para a movimentação de cargas diversas e novas cargas também. Importante equipamento para a garnatia de insumos neste período de isolamento social, a exemplo do trigo (aqui, está o segundo maior polo trigueiro do país), o porto não teve o seu cronograma de operação afetado.

No mês de março, praticamente todos os berços comerciais estiveram ocupados (102, 103, 104, 106, 201 e 202) - a exceção foi o berço 105 do Terminal Marítimo de Passageiros, que também está preparado para receber navios de cargas fora da temporada de cruzeiros. Cabe destacar que as operações no píer petroleiro visam garantir, ainda, o abastecimento de combustível na cidade. As operações acontecem sem que haja o desembarque e embarque das tripulações, com o apoio terrestre de até 12 amarradores por navio.

Segundo a diretora-presidente da Companhia Docas do Ceará, Mayhara Chaves, “todas as medidas necessárias que assegurem as operações estão sendo tomadas, de modo que o porto não pare de funcionar e, assim, permita a movimentação da economia pelo modal marítimo num momento tão delicado por qual passa o mundo todo”.

Fonte: Docas do Ceará

voltar