+

Folder
digital

Notícia

 

06/04/2020
Crise pode abrir novos mercados para o agronegócio brasileiro, avalia Tereza Cristina

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, afirmou que o agronegócio brasileiro vai sair fortalecido da crise do novo coronavírus. Ela destacou a oportunidade de conquistar novos mercados para os produtos brasileiros e de aumentar a confiança dos importadores na produção brasileira.

Outro ponto destacado foi a necessidade de intensificar o diálogo com a sociedade, como forma de demonstrar a importância e essencialidade da produção rural e usar a ciência para desmistificar conceitos formulados mundialmente sobre o setor.

“Talvez o legado seja esse, de aproximar o setor agropecuário da sociedade, e mostrar que na hora que a sociedade brasileira precisou do agro, ele estava lá, fez seu papel entregando alimentos, que o agro mostrou como é fundamental”, afirmou.

A ministra afirmou que é preciso acompanhar o que o consumidor mundial quer, mas avalia que haverá “mudanças significativas”. Ela mencionou conversas que teve com líderes durante a “Green Week”, na Alemanha, em janeiro, e que a forma de pensar o papel da agricultura para o abastecimento alimentar vai mudar após a crise do novo coronavírus.


Para Tereza Cristina, o momento também é de intensificar o diálogo com quem critica o setor produtivo. “É continuar trabalhando temas que precisamos melhorar, como os defensivos, coisas que demonizam o agro brasileiro. Tem muito de política nisso e não ciência. Acho que a ciência será cada vez mais valorizada”, destacou.


Outro ponto levantado pela ministra foi a capacidade do país de fornecer alimentos para consumo interno sem deixar de ser “parceiro confiável” para os mais de 160 países importadores. “A confiança pode ser determinante em um futuro próximo sobre o que vai ser a cadeia de suprimentos”, afirmou. “O agro pode ser o grande puxador, a grande mola propulsora dessa retomada. Estamos avaliando dia a dia o que vai acontecer no mundo na questão do abastecimento. O agro pode sair fortalecido pós-crise para ser o grande supridor confiável

Fonte: Valor

 

voltar