+

Folder
digital

Notícia

 

04/03/2020
IMO 2020 contribui para exportação recorde de óleos combustíveis pela Petrobras

A Petrobras anunciou que bateu novo recorde de exportação de óleos combustíveis. Em fevereiro, a empresa alcançou a marca de 238 mil barris exportados por dia e superou um milhão de toneladas neste mês. A Petrobras afirma que a nova especificação mundial dos combustíveis marítimos (IMO 2020), que reduziu de 3,5% para 0,5% o limite de teor de enxofre no óleo combustível a partir de janeiro deste ano, tem gerado uma oportunidade única porque, tanto o petróleo quanto o óleo combustível produzidos pela companhia, têm baixo teor de enxofre. As exportações de petróleo também continuam em patamares elevados, com volumes superiores a 690 mil barris por dia exportados em fevereiro.

Desde quando começou a adequar as refinarias para a produção do VLSFO (Very Low Sulphur Fuel Oil), em abril de 2019, a Petrobras já produziu mais de 3,5 milhões de toneladas de bunker e óleo combustível com baixo teor de enxofre. De outubro a janeiro de 2020, a empresa entregou aproximadamente 1,5 milhão de toneladas de VLSFO para abastecimento de navios nos portos brasileiros. Além de Santos, a Petrobras comercializa bunker nos portos de Rio Grande, Paranaguá, São Sebastião, Angra dos Reis, Rio de Janeiro, Vitória, Salvador, Fortaleza, São Luís, Belém e Manaus.

Coronavírus — A Petrobras ressaltou que a maior exportação ocorreu em período desafiador para a economia global, em razão do surto de coronavírus (Covid-19), que restringiu a demanda na Ásia, principal destino das exportações da companhia. Com isso, novos fluxos foram ajustados, com aumento da destinação de petróleo e óleos combustíveis para mercados como Caribe, Estados Unidos e Europa. "É importante destacar que ainda não é possível estimar com segurança todos os impactos que a companhia poderá sofrer em relação às suas operações e resultados, tendo em vista os desdobramentos relativos ao surto de Covid-19 na economia global", salientou em nota.

Fonte: Portos e Navios

voltar