+

Folder
digital

Notícia

 

03/03/2020
CMA CGM: fluxo de carga começa a normalizar nos principais portos da China

O fluxo de carga nos principais portos costeiros da China está começando a normalizar e as operações comerciais já entraram na fase de recuperação, afirmou a principal empresa francesa de transporte de contêineres, a CMA CGM, em um comunicado sobre o impacto do coronavírus.

Conforme informado, as atividades de manufatura na China continental estão aumentando gradualmente e mais trabalhadores portuários e caminhoneiros estão retornando aos seus postos.

A notícia chega em meio ao declínio do número de novos casos de infecções por coronavírus na China.

Como tal, a Organização Mundial da Saúde (OMS) propôs um monitoramento cuidadoso do levantamento em fases das atuais restrições a movimentos e reuniões públicas. O levantamento das medidas de quarentena está começando com o retorno dos trabalhadores e da mão de obra migrante, seguido pela eventual reabertura das escolas e pelo levantamento de outras medidas.

Todos os portos chineses, além de Wuhan, permaneceram abertos durante o surto. No entanto, eles têm operado com capacidade reduzida em meio à escassez de pessoal decorrente de restrições de viagens e medidas de quarentena.

Entre as principais medidas de quarentena estão o fechamento de fábricas, o que resultou em uma diminuição das exportações. Como resultado, as transportadoras recorreram ao cancelamento de embarques para lidar com a menor demanda.

O surto resultou em desvios e realocações de embarques de frigoríficos em meio à escassez de plugues de frigoríficos em terra em determinados portos chineses, principalmente nos terminais de Xangai, Tianjin e Ningbo.

Fonte: Portos e Navios

voltar