+

Folder
digital

Notícia

 

18/12/2019
Porto do Pecém é segundo do País em linhas de cabotagem

O Porto do Pecém vai fechar 2019 com seis linhas regulares de cabotagem – o segundo maior número de linhas entre portos brasileiros, atrás apenas do centenário Porto de Santos.

“Há três, quatro anos tínhamos uma produtividade de 28 contêineres/hora. Naquela época não atendíamos o mercado de maneira satisfatória. Então nos preparamos, principalmente, com a construção dos berços 7 e 8 e com a compra de novos equipamentos. Hoje nossa produtividade é, em média, de 65 contêineres/hora com pico de 110 contêineres/hora. É uma movimentação muito expressiva dentro do mercado nacional e que explica essa quantidade de linhas”, diz Waldir Sampaio, diretor-executivo de Operações do Complexo Industrial e Portuário do Pecém. As linhas são operadas pelas empresas Aliança (4), Log-In (1) e Mercosul Line (1).

A cabotagem contribuiu diretamente para o crescimento do Porto do Pecém em 2019. Em outubro, cinco navios atracaram nos píeres do terminal portuário cearense – a maior quantidade de embarcações cargueiras atracadas em um único mês, desde que o equipamento foi inaugurado em março de 2002.

O resultado da vinda das embarcações influenciou diretamente na movimentação de cargas. Também em outubro de 2019 foram movimentadas 1.927.493 de toneladas – outro recorde histórico.

Fonte: Focus

voltar